Autor: Lucas Pilatti Miranda

Criador do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

7.0
Cinema

A Hora dos Mortos Vivos O cinema oitentista é extremamente cultuado pelos fãs do trash – aqueles filmes de terror com cenas grotescas e exageradas. Isso porque foi nos anos 80 que conhecemos grandes exemplares da categoria, como Basket Case (1982), Estranhas Metamorfoses (1982), A Coisa (1985), Street Trash (1987) e, claro, o nosso homenageado de hoje: A Hora dos Mortos-Vivos (1985). Leia também: 10 filmes de terror TRASH que você precisa conhecer Como todo ótimo trash, A Hora dos Mortos Vivos arranca mais gargalhadas do que aterroriza, mas mesmo assim consegue ser um grande péssimo filme. Baseado na literatura de um dos maiores mestres da…

Leia mais
8.3
Cinema

O Homem Invisível Depois de “o que você quer ser quando crescer?” uma das perguntas mais clichês eu acredito que seja a clássica “se você pudesse ter um super poder, qual seria?”. Eu espero, honestamente, que a sua escolha nunca tenha sido ficar invisível. Depois eu volto nesse assunto. H.G. Wells é o lendário escritor americano que presenteou o mundo com obras ficcionais literárias e que, posteriormente, se tornariam verdadeiros clássicos do cinema em Daqui a Cem Anos (1936), A Guerra dos Mundos (1953) e A Máquina do Tempo (1960). Mas tudo teve início depois do verdadeiro sucesso de O Homem Invisível (1933), baseado…

Leia mais

Andrei Tarkovsky, grande gênio do cinema russo Andrei Tarkovsky foi um dos maiores diretores de todos os tempos mas, infelizmente, hoje em dia o seu trabalho é bastante esquecido e deixado de lado por ser “muito lento e complexo”. A verdade é que ninguém mais quer pensar e refletir enquanto assiste. Por este motivo resolvi criar esta lista, com intenção de divulgar para vocês 7 grandes obras cinematográficas incríveis, que precisam ser contempladas por todas que dizem gostar do “cinema arte”. “O artista nunca trabalha em condições ideais, pelo contrário, o artista existe porque o mundo não é perfeito. A arte seria…

Leia mais

Filme Estrangeiro – Oscar Sabemos que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que entrega o famoso Oscar – principal prêmio dedicado ao cinema – é bastante política e muitas vezes injusta. Na minha humilde opinião, não da para julgar um filme com base no Oscar, se foi ou não indicado ou se ganhou ou não o prêmio. Entretanto, vale a pena relembrar alguns clássicos que já foram prestigiados por lá na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Pensando nisso, resolvi buscar e trazer 10 filmes considerados verdadeiros clássicos que já foram premiados na categoria de Melhor Filme Estrangeiro – geralmente…

Leia mais

Depois da premiação do Oscar de 2020 não há mais dúvidas quanto a Bong Joon Ho, um diretor completo que conseguiu desbancar Hollywood. Sendo, Parasita, o primeiro filme estrangeiro (para os americanos) a ganhar o Oscar de Melhor Filme e desbancar Martin Scorsese e Quentin Tarantino nesta edição na categoria de melhor direção, sem contar os já esperados troféus de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original. Pensando nisso, resolvi trazer outros 6 filmes do diretor que vale a pena conhecer. Confira a lista. Cão Que Ladra Não Morde (2000) Yoon-ju passa por dificuldades financeiras e é a mulher, grávida, quem…

Leia mais

Ninguém sabe exatamente quando o cinema começou, mas o que todos têm como marco é o curta “A Chegada do Trem na Estação”, filme de 1896 dos irmãos Lumière. Recentemente, uma equipe de fãs resolveu transformar o pequeno e sem qualidade vídeo do Youtube em uma viagem no tempo com alta definição. A internet foi a loucura: em menos de 3 dias mais de 1 milhão de visualizações na rede e muitos comentários de choque. É incrível a experiência de assistir uma filmagem feita em 1896 com essa qualidade. Confira o vídeo abaixo. https://www.youtube.com/watch?time_continue=56&v=3RYNThid23g&feature=emb_title Saiba mais sobre a História do…

Leia mais

Cinema Nazista Como foi possível uma mente tão sombria, manipuladora e maléfica dominar um país como a Alemanha? Talvez uma resposta rápida para essa pergunta esteja nas palavras do sociólogo Max Weber que, mesmo antes da existência de Adolf Hitler, nos mostrou o conceito de “autoridade carismática”, relembrado pelo escritor Ian Kershaw na sua incrível biografia do inestimável Führer da Alemanha. A “autoridade carismática” não deriva de qualidades importantes e demonstráveis de um indivíduo, mas sim na percepção dessas qualidades por um “séquito” que, em meio a condições de crise, projeta sobre um líder escolhido atributos “heroicos” e nele vê…

Leia mais
9.0
Cinema

Os Sete Samurais Akira Kurosawa já havia apresentado ao cinema algumas obras que o tornaram relevante e chamaram a atenção das grandes produtoras, entre elas “O Anjo Embriagado” (1948), “Rashomon” (1950), “O Idiota” (1951) e “Viver” (1952), mas é praticamente indiscutível que “Os Sete Samurais” (1954) é a sua obra prima, sendo o ápice da produção japonesa e o filme mais caro realizado até aquele momento. Um dos principais exemplares do cinema japonês e também do cinema mundial sem exageros. Leia também: 10 filmes de Akira Kurosawa que você precisa assistir É sabido que entre Yasujiro Ozu, Hideo Gosha, Kenji Mizoguchi,…

Leia mais
8.8
Cinema

Cléo das 5 às 7 Agnès Varda faleceu dia 29 de março de 2019 deixando um legado poderoso para a sétima arte e uma história de luta pelo lugar da mulher no cinema, em especial na direção cinematográfica. Seus filmes, geralmente carregados de críticas sociais dentro de sua estética realista documental, tornaram-se exemplo do ótimo cinema francês e do potencial feminino para a sétima arte. Cléo das 5 às 7 é um dos grandes representantes do eterno movimento francês que ficou mundialmente conhecido como Nouvelle Vague. Leia também: Nouvelle Vague Cléo é uma jovem cantora que se depara com uma doença…

Leia mais

Hammer Film Productions Quando se pensa em terror inglês, a primeira coisa que me vem à mente é a lendária produtora Hammer e seus icônicos filmes. A produtora já existia desde os anos 30, mas foi entre os anos 50 e 70 que teve sua era de ouro com especialidade no horror. Tudo começou quando lançaram, em 1957, “A Maldição de Frankenstein”, filme inspirado no clássico da literatura de Mary Shalley. O sucesso do filme foi tão grande que a produtora começou a se especializar apenas no horror. No ano seguinte já veio outro sucesso estrondoso com “O Vampiro da…

Leia mais