Autor: Lucas Pilatti Miranda

Criador do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

A história do cinema – A sociedade no cinema A quebra da bolsa de Nova York em outubro de 1929 gerou uma crise absurda de desemprego nos Estados Unidos, resultando na Grande Depressão, um momento economicamente muito delicado e assustador. Consequentemente, o cinema virou uma especie de refúgio para os espectadores que queriam voltar a ver sofisticação, luxo, conforto e esperança. O longa “Grande Hotel” (1932), dirigido por Edmund Goulding, é conhecido como o primeiro filme com elenco composto completamente por estrelas de Hollywood. Entre elas estão Greta Garbo, Joan Crawford, Jean Hersholt, John Barrymore, Lionel Barrymore, Lewis Stone entre…

Leia mais

John Ford, um dos grandes gênios do western no cinema John Ford, um dos principais diretores do cinema americano e, sem dúvidas do mundo todo, foi – e é – também o maior premiado na categoria de Melhor Diretor do Oscar. Foi indicado 5 vezes e venceu 4 pelos filmes O Delator (1935), Vinhas da Ira (1940), Como Era Verde Meu Vale (1941), e Depois do Vendaval (1952). Considerado justamente um dos maiores ícones do cinema western, Ford não foi apenas um excelente diretor reconhecido pelo público e pela crítica, mas também fonte de inspiração para diversos outros nomes importantes…

Leia mais

A história do cinema – O Terror Gótico Ao escutar o termo “terror gótico”, geralmente associamos ao terror da literatura de Mary Shelley e Edgar Allan Poe por exemplo, mas foi em 1764 que os preceitos básicos desse gênero foram criados, lá no romance O Castelo de Otranto do escritor Horace Walpole. Uma espécie de terror misturado ao exotismo, ao sobrenatural, com bastante pessimismos e loucura. Já no cinema, os romances góticos começaram a aparecer com força em filmes dos anos 1920 e 1930, como os clássicos expressionistas alemães O Gabinete do Dr. Caligari (1920) de Robert Wiene, A Morte Cansada (1921) de…

Leia mais

Todo mundo já ouviu falar que o perfeccionismo de Stanley Kubrick se demonstra na maioria de seus filmes. No entanto, poucos estão cientes das mensagens escondidas nessas obras. Como nem todo mundo é fã do diretor, quase não há procura por tais curiosidades, tornando-as misteriosas. O filme mais famoso por esses segredos, sem dúvida, é “O Iluminado” (1980). Existe até um documentário (Room 237) que mostra diversas coisas que ninguém nunca tinha reparado assistindo ao longa de Kubrick. Esse post vai tentar resumir as principais curiosidades sobre O Iluminado. Lembrando que a história do filme é baseado no romance homônimo do lendário escritor Stephen King.…

Leia mais

Dario Argento, o mestre do terror italiano Dario Argento é um dos principais mestres do suspense e do terror italiano. Ao lado de Mario Bava e Lucio Fulci, Argento completa o triângulo do terror italiano. Sua carreira foi fortemente influenciada desde sua infância. Seu pai, Salvatore Argento, foi um influente produtor de cinema e sua mãe, a brasileira Elda Luxardo, uma prestigiada fotógrafa. Ambos sempre empurraram o filho para o caminho da arte. Antes de começar a dirigir filmes, Dario Argento foi crítico de cinema, até receber o convite de Sergio Leone para escrever parte do roteiro do clássico “Era Uma…

Leia mais

A história do cinema – musas do cinema mudo As musas e heroínas do início do cinema foram muito importante para a construção da sétima arte como conhecemos hoje e, infelizmente, muitas vezes são deixadas de lado. Alice Guy, por exemplo, é conhecida por muitos como a primeira mulher a dirigir e escrever histórias para filmes ficcionais. Durante sua carreira, ela produziu mais de mil filmes dentro do estúdio que ela mesma comandava. Hoje, é bastante ofuscada pelo grandioso mestre da ficção Georges Méliès. Leia também: – Alice Guy Blaché – a pioneira do cinema – Georges Méliès e o ilusionismo no…

Leia mais

Esta postagem é uma espécie de porta de entrada para quem tiver interesse em conhecer melhor o terror italiano no cinema, por isso – e para não estender demais o conteúdo – vou falar mais especificamente sobre o “triângulo” do terror italiano. Eu chamo de triangulo simplesmente porque são 3 principais diretores que trabalharam com o terror e tornaram esse gênero tão famoso por lá na “era de ouro do terror italiano”. São eles: Mario Bava, Dario Argento e Lucio Fulci. Mario Bava Mario Bava é um dos grandes mestres cinematográficos do terror e do Giallo. Bava nasceu na cidade italiana San…

Leia mais

O Transtorno Dissociativo de Identidade (TDI) – também conhecido como “dupla personalidade” – é um distúrbio caracterizado pela presença de duas ou mais personalidades em um único indivíduo. É considerado raro e ainda não foi identificada uma possível cura. Em grande parte das situações, as pessoas que sofrem desse distúrbio, presenciaram na infância algum tipo de evento traumático como, por exemplo, algum abuso. Isso pode causar uma dificuldade em estabelecer um vínculo de confiança com pessoas próximas, levando à dificuldade da criança se construir como pessoa. Essa doença, ou melhor, distúrbio, serviu de grande ajuda para diversos roteiros cinematográficos e, em muitos exemplos, plot twists…

Leia mais

Já trouxemos para vocês os melhores filmes dos anos 50, 60 e 70. Agora chegou a vez de relembrar ou conhecer os clássicos que marcaram a década de 80. Como sempre, se você acha que faltou algum, deixe nos comentários, é sempre difícil agradar a todos com essas listas, mas sempre separaramos com base em várias pesquisas. O Iluminado – 1980 (Stanley Kubrick) Jack Torrence consegue um emprego de vigia em um hotel no Colorado durante a temporada de inverno, ele leva a sua família para lhe fazer companhia. Devido à baixa temporada e ao isolamento, Jack começa a ter visões…

Leia mais

O mais interessante quando o assunto é “behind the scenes” ou os bastidores de um filme, é imaginar como era o clima de filmagens, e todo mundo sabe que Stanley Kubrick não era o diretor mais tranquilo de se trabalhar. Exigente e perfeccionista, Kubrick deu muita dor de cabeça para os atores, mas também sabia ser descontraído em certos momentos. Confira algumas imagens que foram tiradas nos bastidores da maioria de seus filmes. https://www.youtube.com/watch?v=kPGDJAogKgM&t=1s Leia também: – Nos bastidores – 2001: Uma Odisseia no Espaço – Nos bastidores – Laranja Mecânica – Nos Bastidores – O Iluminado

Leia mais